Notícias

Do macro ao micro: do Pão de Açúcar ao monumento natural em fotos

Livro do fotógrafo Rafael Duarte aproxima o olhar do público sobre a Mata Atlântica e a biodiversidade nem sempre vista do cartão-postal do Rio de Janeiro

Duda Menegassi·
16 de janeiro de 2023·1 anos atrás

No imaginário coletivo, a simples menção ao nome “Pão de Açúcar” basta para evocar os contornos da imagem que o mundo conhece: os dois morros unidos por um bondinho. A paisagem, entretanto, é sempre uma visão de longe. De perto, existe um Pão de Açúcar menos conhecido e que atende, inclusive, por outro nome: Monumento Natural. A área protegida municipal preserva não apenas o cartão-postal do Rio de Janeiro, mas toda a biodiversidade que pode ser testemunhada por aqueles que aproximam o olhar, como o fotógrafo Rafael Duarte, autor do livro “Pão de Açúcar – monumento natural”, lançado neste domingo (15).

Ao longo de mais de 170 páginas, o livro traz uma rica seleção de fotos do Monumento Natural dos Morros do Pão de Açúcar e Urca, unidade de conservação municipal criada em 2006 que protege cerca de 92 hectares da Mata Atlântica que envolve os dois morros. 

Carioca e ambientalista, Rafael documenta há anos e de forma íntima a montanha e seus seres, desde a flora e fauna, até os escaladores e trilheiros. “Livros de paisagens do Pão de Açúcar têm milhões, eu quis pegar justamente esse aspecto ambiental e natural, por ele estar também numa unidade de conservação, e fazer todo um caminho do olhar”, conta o fotógrafo em conversa com betano.

A narrativa visual do livro nos leva do macro ao micro, da paisagem ampla emoldurada pela Baía de Guanabara e pela cidade do Rio, às aves, flores, insetos e líquens protegidos pelo Monumento Natural do Morro da Urca e Pão de Açúcar. “O seu olhar vai se aproximando. Você vê imagens aéreas, com o contexto da cidade, aí você entra no bondinho, vai para escala humana, pros mirantes e aí você entra na unidade de conservação, na trilha, na escalada – porque não dá para falar de Pão de Açúcar sem montanhismo – e fauna e flora”, explica Rafael. 

Entre as fotos estão registros especiais como o de uma jacupemba (Penelope superciliaris) e seus filhotes, um lembrete da biodiversidade que vive na área protegida.

O mergulho fotográfico em um dos ícones da cidade do Rio de Janeiro é também um convite ao contato com o ambiente natural, reforça Rafael Duarte, e, com isso, uma forma de reconectar as pessoas com a natureza. “É um polo de turismo de massa, com fácil acesso, e que é uma espécie de ecoturismo porque você está indo para cumes de montanhas, tendo contato com a floresta, mas sem precisar fazer uma atividade física, o que democratiza o acesso”, resume. Seja de bondinho ou pela trilha, que é gratuita, todos deveriam ir pelo menos uma vez na vida ao Pão de Açúcar, convida Rafael Duarte.

A obra foi realizada pela editora e produtora Bambalaio, através da Lei Municipal de Incentivo à Cultura do Rio de Janeiro (ISS), com patrocínio do Parque Bondinho Pão de Açúcar, Estácio | Instituto YDUQS, Quality House e ML Administradora e tem apoio do Monumento Natural dos morros do Pão de Açúcar e da Urca e da Secretaria Municipal de Ambiente e Clima.

Serviço:

Título: Pão de Açúcar – monumento natural
Autor: Rafael Duarte
Editora: Bambalaio
Páginas: 176
Preço: R$100,00

Link para mais informações

  • Duda Menegassi

    Jornalista ambiental especializada em unidades de conservação, montanhismo e divulgação científica.

Leia também

Salada Verde
5 de janeiro de 2023

Botos-cinza dominando o mar do RJ

Grupos com até 600 botos-cinza (Sotalia guianensis) foram avistados esta semana em vários pontos da capital do Rio de Janeiro. Espécie só ocorre no Oceano Atlântico

Salada Verde
13 de outubro de 2022

Gato-maracajá é fotografado pela 1ª vez em área protegida no estado do Rio

O registro, considerado raro, foi feito na Estação Ecológica de Guaxindiba, no norte fluminense, por guarda-parques do Inea-RJ

Salada Verde
19 de agosto de 2022

Galeria: 15 fotos que exaltam a beleza do oceano

Em homenagem ao dia mundial da fotografia, o Edital Conexão Oceano apresenta 15 imagens que celebram a década da ciência oceânica

Mais de betano

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.