Salada Verde

Congresso tem 19 projetos de lei que visam redução ou extinção de áreas protegidas

São 12 projetos na Câmara dos Deputados e sete no Senado, mostra levantamento da Rede Pró-Unidades de Conservação. Ataque nunca foi tão forte, diz entidade

Cristiane Prizibisczki·
5 de outubro de 2022·1 anos atrás
Salada Verde
Sua porção fresquinha de informações sobre o meio ambiente

Levantamento feito pela Rede Nacional Pró Unidades de Conservação (Rede Pró-UC) revelou o tamanho da pressão a que áreas protegidas do Brasil estão submetidas: atualmente, existem 19 projetos de lei tramitando no Congresso Nacional que visam à redução ou extinção de unidades de conservação.

São 12 projetos na Câmara dos Deputados: um de autoria do Executivo e os demais propostos por deputados alinhados à bancada ruralista, especialmente PP e PSD. Outros sete projetos estão no Senado.

“Em 2019 foi um ataque. Eu ouvi parlamentares falando que nunca o momento foi tão favorável quanto agora. Alguns projetos estavam parados, mas ressuscitaram nessa legislatura. A pressão sempre existiu, porém é muito maior nos últimos anos”, disse Angela Kuczach, diretora da Rede Nacional Pró Unidades de Conservação, ao jornal O Globo

As propostas visam, em sua maioria, alterar os limites das unidades, à permissão de novas atividades ou mesmo sua recategorização. Dentre as unidades sob a mira dos parlamentares estão: 

  • Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros:

Onde tramita: Câmara – PLD 1072/2021
Autor:  Delegado Waldir (União)
Objetivo: Sustar o decreto federal de 2017 que ampliou em quatro vezes o tamanho do parque. O interesse seria proteger propriedades privadas afetadas na ampliação. 

  • Parque Nacional de São Joaquim: 

Onde tramita: Câmara – PL 10082/2018
Autor: Jorginho Mello (PR/SC)
Objetivo: Redefinição do traçado do parque e mudança de nome para Parque Nacional da Serra Catarinense.

  • Parque Nacional do Iguaçu:

    Onde tramita: Câmara PL 984/2019
    Autor: Vermelho (PSD/PR)
    Objetivo: criar uma nova categoria no Sistema de Unidades de Conservação, a de “Estrada-Parque” e instituir a Estrada-Parque Caminho do Colono no Parque Nacional do Iguaçu. A estrada do Colono corta a unidade pelo meio. Em 1986, quando o parque foi decretado Patrimônio da Unesco, houve o fechamento da estrada. Apesar de ter recebido parecer negativo do MP-PR, o projeto está para ser votado em Plenário.

Também entram na lista os Parques da Serra dos Órgãos e a Floresta Nacional de Brasilia, cujos limites foram alterados por lei sancionada pelo presidente Jair Bolsonaro no último mês.

A Rede Pró-UC alerta que, além dos projetos que tratam de unidades específicas, existem outros projetos chamados “guarda-chuva”, que podem afetar toda rede de unidades de conservação. O principal deles é o projeto do deputado federal Pinheirinho (PP-MG), que pretende criar um prazo para a desapropriação e indenização de propriedades privadas dentro de áreas protegidas.

  • Cristiane Prizibisczki

    Cristiane Prizibisczki é Alumni do Wolfson College – Universidade de Cambridge (Reino Unido), onde participou do Press Fellow...

Leia também

Reportagens
1 de março de 2020

Estrada no Iguaçu pode beneficiar negócios de parlamentar que propõe a obra

Deputado Vermelho e filhos possuem construtoras. Um deles concorreu em edital para recuperar rodovia de acesso ao parque nacional, e sua empresa está em área protegida por lei, às margens do Rio Iguaçu

Análises
18 de julho de 2022

SNUC 22 anos, mais ameaçado do que nunca

Sistema Nacional de Unidades de Conservação da Natureza tem sofrido ataques sistemáticos no Congresso, por grupos ligados ao agronegócio e à mineração, com objetivo de enfraquecer a lei e extrair todas as riquezas naturais das áreas protegidas

Reportagens
3 de março de 2021

Atraso histórico em regularização fundiária ameaça encolher Parque Nacional de São Joaquim

Dez mil hectares podem ser suprimidos do Parque Nacional de São Joaquim por falhas na regularização. No país, governo paralisa fundo de compensação ambiental que serviria para indenizar proprietários de terras dentro de áreas protegidas

Mais de betano

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.