Salada Verde

Covid-19: aprenda como descartar corretamente as máscaras de proteção

Utilizadas para a prevenção conta a COVID-19, as máscaras de proteção precisam de cuidados ao serem descartadas. Instituto Akatu dá orientações

Marcos Furtado·
4 de outubro de 2020·3 anos atrás
Salada Verde
Sua porção fresquinha de informações sobre o meio ambiente

Gotículas de ar e o contato humano estão entre as formas de propagação do novo coronavírus. Para evitar a proliferação da doença, as máscaras de proteção foram recomendadas por órgãos de saúde e autoridades. O que muita gente se esquece é que o utensílio, essencial no novo cotidiano das pessoas, precisa de cuidados especiais quando descartado. Por esse motivo, o Instituto Akatu reuniu importantes informações sobre o correto descarte desse material.

Além de se tornar um potencial meio de propagação do vírus, descartar o utensílio de maneira incorreta pode aumentar a poluição, especialmente em mares e oceanos. De acordo com dados do Ministério do Meio Ambiente, o plástico da máscara cirúrgica pode demorar mais de 400 anos para se decompor. Uma pesquisa científica estimou que existam pelo menos 5 trilhões de pedaços de plásticos (equivalente a mais de 268 mil toneladas) nos oceanos.

O levantamento do instituto incluiu as orientações da Associação Brasileira de Engenharia Sanitária e Ambiental (ABES). Dentre as recomendações está o armazenamento de máscaras em dois sacos plásticos, bem amarrados e com a sinalização que contém o material utilizado na prevenção da COVID-19. Em nenhum momento, o descarte desse objeto deve ser feito em lixo reciclável. (Marcos Furtado)

Leia Também 

Medidas de isolamento aumentam a quantidade de lixo doméstico e hospitalar

  • Marcos Furtado

    Escreveu para betano, Estadão, Folha de SP, Colabora. Ganhou o Prêmio Santander Jovem Jornalista e teve o 3º lugar em concurso do ICFJ

Leia também

Reportagens
21 de maio de 2020

Medidas de isolamento aumentam a quantidade de lixo doméstico e hospitalar

Sem destinação e tratamento ambiental, esses resíduos podem causar grande impacto ambiental e para a saúde das pessoas. Alguns cuidados básicos podem evitar riscos

Notícias
20 de fevereiro de 2024

Novos dados confirmam que destinação do lixo piorou sob Bolsonaro

Gestão recebeu 24,4% de resíduos despejados inadequadamente e entregou percentual de 26,2%; estabelecimentos inadequados saltaram de 72,2% para 77,6% do total

Reportagens
20 de fevereiro de 2024

MP entra na Justiça após três bugios morrerem eletrocutados na Região Metropolitana de Porto Alegre

Em apenas nove dias, três bugios morreram em contato com a rede elétrica. Dezoito estão sob cuidados médicos por tempo indeterminado. MPRS pede custeio do tratamento

Mais de betano

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.